Domingo de cicloturismo em Jaguariaíva no Desafio Onça Brava

O domingo de muita gente em Jaguariaíva começou com desafio: O 1º Desafio da Onça Brava de Cicloturismo. Mais de 70 ciclistas participaram do evento realizado pelo Lobi Cicloturismo, Equipe de Ciclismo Mazobikers, Prefeitura de Jaguariaíva e a Secretaria Municipal de Turismo, Comércio e Indústria.

Foto: Jeandré Guimarães

O desafio começou no Palacete Conde Matarazzo, ponto icônico de Jaguariaíva, e percorreu mais de 70 quilômetros do município nos Campos Gerais do Paraná. Participaram cicloturistas de São Paulo, da região e também de Curitiba. "O desafio da Onça Brava não é simplesmente algo parcial. É mais um laço de amizade entre os ciclistas", comentou Rogério Purga, da Equipe de ciclismo Mazobikers.


Coube à equipe Mazobikers e Lobi realizar os preparativos para o desafio que começou a ser planejado há cerca de 60 dias e desde então, vem sendo cuidado in-loco com a sinalização, abertura de caminhos, planejamento e produção de atendimento aos participantes.



A Prefeitura de Jaguariaíva foi parceira no evento turístico e esportivo, disponibilizando ambulância e equipes de saúde.  A mobilização do pessoal da comunidade com Carros 4 x 4 e motos para atendimento aos cicloturistas, carro para abrir caminho e um outro veículo que continha alimentação hidratação para os participantes.

O pedal foi encarrado e gerou muita história, amizade e muitos cliques. Confira! www.lobi.com.br #onçabrava #Desafio...
Publicado por Lobi em Segunda, 4 de setembro de 2017

Acompanhou todo o desafio a diretora de Turismo de Jaguariaíva Mariana Balloni, que desde os primeiros momentos do planejamento do evento e a realização do desafio esteve presente.

Mariana Balloni com ciclistas de Curitiba: Foto: Edwilson Oliveira

Campos Gerais

Jaguariaíva é um dos municípios que formam os Campos Gerais no Paraná que começaram a ser formados já no século XVIII, estas terras eram passagem de inúmeros rebanhos de gado e tropeiros que percorriam o Caminho do Viamão, desde o Rio Grande do Sul até as feiras de São Paulo.

Foto: Ivan Mendes
O antigo fluxo desses viajantes exerceu fundamental importância na formação cultural e econômica do Paraná, que acolheu várias levas de imigrantes europeus nessa região. Um passado repleto de histórias, que pode ser revivido percorrendo a Rota dos Tropeiros ou o Roteiro dos Imigrantes ou ainda o Roteiro Industrial. Ponta Grossa é referência da Região, quer pelas suas empresas, por seus eventos ou ainda pela sua natureza.

O contraste entre os campos – onde surgem as imponentes araucárias – e as escarpas serranas é a característica principal da região. Essa paisagem proporciona cenários naturais de magia e rara beleza. Uma região onde os passeios podem ser de pura contemplação da paisagem ou de muita aventura como o que aconteceu no Desafio Onça Brava.

Foto: Jeandré Guimarães


Para este desafio a escolha foi especialmente feita para quem gosta de um pedal aventura mas que não deixou nenhum ciclista de lado, agradou desde os iniciantes até o mais experientes, pois foram dois percursos: Percurso Nível LIGHT, com um total de 31,3 km, para quem está começando e preferiu um pedal diferente e desafiador, percurso por estradas rurais e que os conduziu a algumas das mais belas visões do 8º maior canyon do mundo em extensão, marcadas pelos seguintes pontos, turísticos:
  • Palacete do Conde Francisco Matarazzo (SAÍDA)
  • Rio do Butía,
  • Cachoeiras do Rio Butiá,
  • Mirante do Alagado,
  • Mirante Principal do Vale do Codó,
  • Palacete do Conde Francisco Matarazzo (CHEGADA)
Plano do pedal Light


Percurso Nível HARD, com um total de 40,1 km, para quem quer realmente quer um percurso que contemple o verdadeiro espírito do mountain bike. Foi um percurso misto que incluiu todos os níveis de dificuldade fácil, médio e difícil, sendo estes passando por algumas das paisagens mais belas do Estado do Paraná, o percurso passarou por estradas rurais, cruzou lajeados, cachoeiras, mirantes de uma visão excepcional do vale, e single tracks que desafiaram até os que curtem um pedal mais técnico, ou seja um verdadeiro percurso de enduro (20km XCO e 21km XCM) e levando-os aos seguintes pontos turísticos: 
  • Palacete do Conde Francisco Matarazzo (SAÍDA)
  • Mirante da Pedra Bonita
  • Rio do Butía,
  • Cachoeiras do Rio Butiá,
  • Mirante do Alagado,
  • Mirante Principal do Vale do Codó,
  • Mirante da Toca da Onça.
  • Palacete do Conde Francisco Matarazzo (CHEGADA)
Plano do pedal Hard

O Desafio Onça Brava é o terceiro desafio de cicloturismo do município. Ele já conta com tradicional Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador, que nesse ano aconteceu em 30 de abril, quando os ciclistas percorreram mais de 30 quilômetros de trilhas e visitaram diversos pontos turísticos deste lugar privilegiado pela natureza e que também contou com o Lobi.
Grupo antes da saída rumo às trilhas no desafio do dia do trabalhador. Foto: Ivan Mendes

A expectativa é que novos desafios acontecerão em 2018 em Jaguariaíva já que ela desponta com o cicloturismo em seus campos e localidades cheias de características de contemplação, esforço esportivo e estrutura de atendimento.

Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário